Todos os negócios digitais precisam de tráfego para funcionar

Tempo de leitura: 13 minutos

Todos os negócios digitais precisam de tráfego para funcionar

Não importa se você tem e-commerce, negócios digitais, um site que oferece serviços, se você é um produtor, ou afiliado, você vai precisar atrair audiência para o seu site para poder conseguir clientes e fazer vendas.

ideias de negocios digitais

Vamos começar pelo mais básico?

O que é o Marketing de Conteúdo?

Marketing de Conteúdo são estratégias de Marketing que são baseadas em criação, desenvolvimento de conteúdo, que pode ser conteúdo de blog, conteúdo de vídeo, diversos formatos, mas, que esse conteúdo gere realmente algum valor para quem está lendo ele.

Não é só propaganda?

Não é só propaganda. Tem que realmente levar alguma informação, que seja um conteúdo educacional, mas que gere valor para o leitor.
Vamos supor que você falou: Vou fazer Marketing de Conteúdo.

O que você faz primeiro? Como que começa?

Vamos supor então que você tenha uma floricultura lá no seu bairro, e você já tem alguns clientes, mas você quer aumentar o número de clientes que você já tem. Então, o que você pode fazer? Você pode criar um blog, você pode criar um canal no YouTube, você pode ter uma conta no Instagram, por exemplo.

E, dentro desses canais você vai começar a gerar conteúdo que faça sentido, que sejam conteúdos informacionais a respeito daquele seu universo. Por exemplo, você tem uma floricultura você pode criar um blog que vai ensinar como criar melhor suas plantas, como criar plantas em apartamento, quais são as melhores plantas, por exemplo, pro inverno.

Esse conteúdo você não está vendendo sua floricultura, você está mostrando como cuidar de plantas, e a partir daí você vai começando a gerar autoridade para quem está lendo, porque se eu, por exemplo, se estou procurando um conteúdo lá na internet, fui lá no Google e busquei: como criar alface, como criar uma horta, e eu acho o seu blog, você vai ser uma autoridade para mim a respeito daquele tema, e a próxima vez que eu quiser buscar um outro tema, como: qual a melhor época de plantar morango, eu vou lá no seu blog, provavelmente eu vou lembrar, poxa, a Ana tem um blog que fala sobre plantas, eu vou lá porque eu sei que ela tem informação interessante para mim.

Vamos supor, você é a dona da floricultura, você é que vai criar esse conteúdo?

Você pode criar, você mesmo, já que você vai ser uma autoridade. Se você tem conhecimento sobre aquele assunto, você já tem conhecimento suficiente para criar um conteúdo completo, mas você pode terceirizar também, sempre tem essa possibilidade, se você não quiser gastar dinheiro, você cria por conta própria. Depois que você criou esse conteúdo, como você vai divulgar ele?

ideias de negocios digitais

Como as pessoas vão achar esse conteúdo? Se você tem um blog, você vai ter que começar trabalhar algumas estratégias, por exemplo, SEO (Search Engine Optimization), que é para você aparecer nos motores de busca, tipo: o Google, YouTube, e você também pode utilizar outras estratégias como: redes sociais, está lá e é de graça, você pode começar pedir email das pessoas, por exemplo, tem um blog, deixa lá: “Quer receber mais conteúdo? Assine a nossa newsletter”.

Você pode divulgar através de newsletter, você pode criar conteúdo rico, que é, por exemplo, você tem um tema que é muito amplo, e que você acha que você pode criar um ebook, por exemplo, para explicar mais detalhadamente sobre aquele assunto, e aí você pode distribuir esse ebook por redes sociais, no seu blog, email marketing. O ebook vai ser de graça, ou você vai cobrar por ele? De graça.

Crio um material rico, e distribuo ele gratuitamente. A ideia é que quanto mais conteúdo você cria, mais audiência você vai gerando, e mais autoridade você vai trazendo para sua marca, para sua floricultura, no caso.

Por exemplo, a pessoa foi lá e deixou o email dela para receber o ebook. Esse email, você pode fazer alguma coisa legal com ele, ou é mais para entregar o ebook mesmo? Veja o exemplo

Você pode, inclusive se a pessoa colocou o email dela, e se interessou por aquele conteúdo, você pode continuar mandando email para ela, newsletter também funciona muito bem para isso porque se ela se cadastrou no newsletter, ela quer entender mais sobre aquele assunto, ela quer receber conteúdos semanalmente, por exemplo, quinzenalmente, sobre o seu negócio.

Aí você pode começar a trabalhar fluxo de nutrição através de email marketing. Então, por exemplo, você mandou ebook para uma pessoa sobre como criar um jardim no seu apartamento.

Depois de uma semana, você pode mandar um outro conteúdo: olha, aqui no blog a gente tem um conteúdo também sobre como cuidar das suas plantas, enquanto você está viajando, você pode continuar aquele engajamento com aquela pessoa que entrou em contato com você, até o momento que você vai oferecer o seu produto para ela. Cada vez ela vai ficar mais aquecida e confiando mais em você.

A gente fala que o tráfego orgânico seria um tráfego gratuito, que você não paga. É realmente gratuito, ou, não é?

É gratuito se você for fazer por conta própria. Se você for fazer tudo por conta própria você vai tomar seu tempo, mas se você quiser fazer um negócio consistente que gere audiência significativa para o seu negócio, provavelmente você vai ter que fazer um blog profissional, a gente tem até um vídeo no nosso canal, você vai ter que investir seu tempo para trabalhar estratégia de SEO.

Provavelmente, se você vai no início, você vai ter que investir em estratégia paga também para conciliar o seu trabalho no início, de publicidade, porque o Marketing de Conteúdo é uma estratégia de médio a longo prazo, que aos poucos você vai atraindo audiência para o seu blog, para o seu canal no YouTube, para o seu Instagram.

Não é da noite para o dia não? Não é da noite para o dia. Sim, demanda tempo, e se você for contratar alguém, vai demandar o dinheiro que você vai ter que pagar a pessoa. Vai ter que pagar, não vai dar para ser de graça.

E qual é a vantagem que tem no tráfego pago?

Tem alguma vantagem? Ou, é sempre o Marketing de Conteúdo é melhor?

Eu aconselho quem está começando, sempre conciliar os dois trabalhos no início, pelo menos, porque o tráfego pago, ele vai te dar audiência imediata, você vai conseguir atingir o seu público, principalmente, se você conseguir segmentar direito a sua audiência, para quem você está enviando aquele anúncio, por exemplo, como o Facebook, você vai conseguir audiência imediata, mas, uma vez que você para de anunciar, o seu tráfego acaba também, então, é interessante você conciliar os dois e trabalhar eles simultaneamente para que daqui a um tempo o seu blog, os seus canais de conteúdo orgânico comecem a atrair audiência, que vai ser uma coisa mais natural, que as pessoas vão atrás de você, ela vai buscar no Google, e ela vai te encontrar se você estiver fazendo a sua estratégia SEO muito bem feita.

Vamos supor que você criou esse blog sobre horta em casa, por exemplo, e você já tem uma audiência legal, sua página está aparecendo na primeira página do Google, quando a pessoa digita a palavra-chave lá, aí, pronto, o trabalho está feito, tipo, vou conseguir para sempre, ou tem que fazer alguma coisa?

Tem que fazer sempre, é um trabalho contínuo, e não significa que porque você atingiu o primeiro lugar do Google você vai estar lá daqui a um ano, você tem que sempre monitorar a concorrência, você tem que cuidar muito bem do seu canal internamente.

Por exemplo, num blog a gente chama de OnPage, que é o SEO On Page, tem que cuidar muito bem de linkagem interna, se você está fazendo a pessoa continuar no seu blog, manter contato com o seu conteúdo.

Criação de material rico é muito interessante, a gente já falou sobre ebook. Tem que levar a pessoa a algum lugar para fazer alguma coisa. O interessante é que a pessoa continue em contato com você.

E quais ferramentas que as pessoas que trabalham com Marketing de Conteúdo geralmente usam para poder, tanto para criar os conteúdos, quanto para ir fazendo esse monitoramento?

Tem algumas ferramentas gratuitas que podem ajudar muito, principalmente, quem não tem muito dinheiro para começar nesse início. A própria busca do Google, quando você começa
a digitar, por exemplo, como criar um jardim, ele já vai te dar algumas opções automáticas do que as pessoas buscam mais, já é uma coisa interessante.

O Google Keyword Planner é uma ferramenta gratuita, também, que está dentro do Google Adwords, você consegue ir lá e fazer uma pesquisa de palavra-chave, conseguir ver qual é a média de volume buscado mensalmente pelas pessoas do Google.

Google Trends, que é uma ferramenta, que você vai entender, você joga um termo, você vai entender como é que aquele termo ele está sendo procurado, qual é a tendência de crescimento, ele está decaindo? ele está subindo, as pessoas estão buscando muito?

otimização de mecanismos de pesquisa

Algumas outras ferramentas gratuitas que não são do Google, tem Ubersuggest.io, que também é uma ferramenta que vai te dar algumas sugestões de palavra chave, Keywordtool.io também, é interessante, que vai te dar algumas opções. Então, não é só você pensar, tipo, ah, eu quero falar sobre isso, você tem que também saber o que as pessoas estão procurando.

E a primeira coisa que você tem que fazer para começar é entender com quem você está falando. Não adianta você achar que só porque você tem um negócio, que todo mundo vai gostar do seu negócio, geralmente você vai ter um público certo, segmentado que tem alguns comportamentos em comum, e para você entender isso é fazer uma pesquisa de persona, entender como que você vai lidar com esse público, qual é a linguagem, como é o comportamento dele, quais são as dores desse público, porque ele se interessariam pelo seu produto, o que você resolve na vida dessas pessoas com o seu produto.

Então, você vai entender qual o comportamento dessas pessoas para depois entregar o conteúdo mais assertivo possível para ela. E quando você vai divulgar esse conteúdo numa rede social por exemplo, tem redes sociais que são mais indicadas para isso, ou você pode usar todas, como é que é?

Você vai onde que a sua persona está, depende da persona. Não adianta, só porque tem redes sociais você… “vou fazer em todas porque quanto mais eu divulgar, mais eu vou atingir meu público”. Você tem que entender onde o seu público está para falar diretamente com ele.

Se o seu público usa muito Instagram, você vai entender esse comportamento na hora que você for descobrir a sua persona, entender a sua persona, e aí sim, você pode atuar no Instagram.

Aí, depois que você já definiu sua estratégia, você já definiu as palavras-chave, já começou a fazer conteúdo, tem alguma ferramenta boa para você ir monitorando, saber se está
dando certo, se não está dando certo? Tem.

Você pode usar o Google Analytics, que é a principal que eu recomendo, e é de graça. E, lá você consegue monitorar se você está conseguindo, qual está sendo o volume de
tráfego que você está atraindo para o seu blog, por exemplo.

As próprias ferramentas dos canais que você vai utilizar, tipo Instagram, Facebook, YouTube, têm os analytics internos deles. Então, você consegue monitorar o que está acontecendo dentro de cada rede.

Tem algumas outras ferramentas que você consegue monitorar concorrência que é também interessante para você entender como está seu posicionamento naquele nicho de mercado, como que você está perante os seus concorrentes, isso é interessante também, por exemplo, SEMrush.com, e a outra ferramenta da MOZ.com.

Tem uma outra do Google também que é interessante que é o Google Search Console, lá você vai entender quais são as palavras-chave que estão levando para aquele determinado conteúdo que eu criei, lá você consegue entender o que as pessoas estão procurando, digitando no Google para encontrar aquele conteúdo seu, é muito interessante também.

E essas ferramentas, também, são gratuitas? São pagas?

A Moz e a ferramenta da SEMrush têm a versão gratuita, mas que são um pouco limitadas, mas elas têm a versão paga que eu aconselho, pelo menos do SEMrush se você já tiver uma verba é muito interessante, vai te dar informações muito preciosas para o seu negócio.

Aí, você já está fazendo a sua estratégia. Quais as boas práticas que você recomenda, pela experiência que você já teve?

Principalmente ter consistência na criação de conteúdo, não adianta você criar um conteúdo hoje, e daqui a um mês você vai criar outro, e daqui a uma semana você cria outro.
Se você pode escrever de em dias com qualidade, escreva o máximo que você puder sem perder a qualidade.
As pessoas vão estar esperando o seu conteúdo. Se você promete um conteúdo toda semana, e passa a não entregar, você perde a sua credibilidade com o seu público.

E, algumas outras práticas é: divulgar sempre, não adianta, principalmente no início que você não tem muita força naquele seu canal, em seu blog, divulga sempre nas outras redes.

Produção de vídeo para colocar dentro do seu blog, também é muito interessante, se você criar um conteúdo lá no YouTube, pega aquele vídeo e coloca dentro de um post relacionado, vai fazer com que as pessoas permaneçam mais tempo no seu blog, chama atenção.

Vídeo hoje é uma estratégia muito inteligente para a criação de conteúdo, vale muito a pena. Sempre deixa um CTA dentro do seu conteúdo, seja no YouTube, seja no seu blog para chamar uma pessoa para fazer uma ação, realizar uma ação dentro daquele seu canal.

Todos os negócios digitais precisam de tráfego para funcionar
Estrelas